Minha esposa me deixou comer a minha cunhada

Minha cunhada sentada na minha boca, rebolando, esfregando da buceta ao cuzinho na minha cara. Nessa hora senti uma mão pegando no meu pau e engolindo até as minhas bolas. Eu imaginei logo que era a minha esposa.


-3
-3 points
Minha esposa me deixou comer a minha cunhada

Voltei novamente com relatos sobre a minha cunhada e agora com autorização da esposa.

Minha esposa

Ambas morenas, mesma altura 1,55 de altura, mesmo peso 60 k, seios médios, bundudas, minha esposa tem uma buceta bem apertada e a minha cunhada tem uma buceta carnuda e ambas são safadas.

Eu 1,76 de altura, branco, 89 k, ótima aparência, 19 cm de rola bem grossa.

Já relatei que como minha cunhada escondido, pois ela é noiva e moramos no mesmo quintal.

Devido esse vírus que anda em todo país, estamos saindo pouco e ficamos em casa e as vezes compro algo pra fazer uma porção, um vinho e cervejas para matar o tempo.

Estávamos a minha esposa e eu tomando uma cerveja, vinho e mais uma porção de frios nesse sábado dia 11/04. A minha filha tinha ido dormir com a vó. Eu e minha esposa estávamos bebendo e comendo sozinhos nessa noite em casa.

Em um certo momento a minha cunhada chegou com um short preto, tipo de pano de moletom. Dava pra ver que estava de calcinha fio dental, pois o short cravava na sua bunda e marcava sua buceta. Ela veio sentar com a gente para apreciar o aperitivo e tomar umas.

Estávamos na sala assistindo filme, bebendo, comendo, conversando e dando risadas. Minha esposa adora vinho e as duas já tinha tomado uma garrafa e ainda pediram para abrir outra. Lógico, eu obedeci.

Conversa vai e vem, as duas já meio alteradas pelo vinho e cerveja, Já começaram a falar umas besteiras. Certa hora minha cunhada soltou que não vê a hora dessa quarentena acabar pois está com muita vontade de transar e seu noivo não estava na cidade, pois está em sampa com seus pais devido ser de idade.

Ela disse que já está subindo pelas paredes de tanta vontade. Minha esposa, safada pra caralho, deu uma risada e disse que ela não está passando por este problema pois está muito bem servida.

Leia vários contos eróticos

Minha esposa e eu já fizemos muitas loucuras, nós gostamos de uma sacanagem e, às vezes, sexo a três com outras mulheres.

Quando acabou o filme a minha esposa disse que iria tomar um banho e era para abrir mais uma garrafa de vinho que no qual seria a terceira garrafa. Ela, já meio trôpega foi para o seu banho. Acho que era pra dar uma relaxada na quantidade de álcool no corpo.

Assim que ela entrou no banheiro, me chamou. Fui até ela pra ver o que queria. Ela disse:

– Você toparia em comer a minha irmã, se ela topar?

Na hora fiquei sem ação, pois eu já como ela escondido, mas tem tempo que não fazemos e eu não sabia que falar.

Então minha esposa perguntou novamente;

– Você não me respondeu. Eu estou falando sério mesmo. Você gostaria ou não de comer a minha irmã se ela topar? Se ela topar mesmo você irá comer as duas hoje, você gostaria? Eu disse que sim mas com muito medo de minha esposa estar fazendo uma pegadinha.

Nessa hora minha esposa pede pra mim tirar meu pau pra fora, passa a língua nele, chupa até por tudo na boca deixando ele duro e fala pra mim ir pra sala assim que sua irmã iria notar o volume.

Eu estava com uma bermuda tipo de jogador que gosto de ficar em casa mais avontade, e fui assim pra sala e minha cunhada notou e deu risadas.
Como já tenho liberdade com a cunhada ,eu disse baixinho a ela que sua irmã quer que eu transe com vc ,pois ela quer olhar e participar.

Minha cunhada não pensou duas vzs e topou e já ficou toda assanhada com essa putaria.

Sentei ao seu lado,já começamos nos beijar ,já puxei ela pra cima de mim onde ela se encaixa e tiro sua blusa e chupo seus seios com vontade, segurando a sua bunda e ela fazendo movimentos de vai e vem.

Coloco a mão em sua buceta e já está toda melada e escorrendo ,tiro a minha mão e chupo meus dedos e passo em sua boca.

Deitei ela no sofá e tirei o seu short. A buceta da minha cunhada já estava toda melada e já fui caindo de boca e começo a chupar e ela gemendo, apertando minha cabeça sobre sua buceta e ela goza na minha boca gemendo muito.

Minha esposa ainda no banho e eu chupando minha cunhada e ela gemendo de ter gozado em minha boca e eu não parava de chupar aquela buceta gostosa.

Nessa hora parei de chupar ela, fui até o quarto, peguei um colchão e coloquei no chão. Forrei ,deitei nele e pedi pra ela sentar com a buceta na minha boca e esfregar até o cuzinho e ela fez isso.

Eu já pelado com pau estourando de tanto tesão. Minha cunhada sentada na minha boca, rebolando, esfregando da buceta ao cuzinho na minha cara. Nessa hora senti uma mão pegando no meu pau e engolindo até as minhas bolas. Eu imaginei logo que era a minha esposa.

Nessa hora minha cunhada já se vira para um 69 e as duas começa me chupar juntas, revezamento de boca no meu pau,as duas fazendo garganta profunda e deixa ele bem babado.

Siga nosso Twitter

Pedi pra minha cunhada sentar no meu pau e esposa vir para minha boca , minha cunhada ajeita meu pau e senta com vontade,minha esposa esfrega sua buceta em minha boca toda molhada e goza na minha boca gemendo e tremendo de tesão.

Ela sai da minha boca e começa me beijar e ver sua irmã sentado no meu pau e gemendo,nessa hora cunhada se vira de costas sem tirar o pau e empina a bunda mostrando seu cuzinho piscando e ela goza novamente.

Eu devido a cerveja demoro pra gozar ,ela se levanta a minha esposa vem chupa meu pau e põem na buceta enquanto a minha cunhada me beija toda relaxada e vendo sua irmã quicar tbm no meu kct e não demora ela goza e deita sobre meu peito relaxada tbm.

Pedi para as duas ficarem de quatro e vou metendo na buceta das duas ,tiro da buceta de uma e ponha na outra e assim foi e eu já quase gozando e disse que já iria gozar.

A minha cunhada pede pra gozar na cara das duas e fiz isso,ambas encosta o rosto uma na outra,abre a boca e eu punhetando até jogar porra nas duas bocas e rosto.

Elas vem me chupa e deixa bem limpinho e engole toda a porra,e a porra no rosto eu pedi a elas pra não tirar e deixar assim,pois eu fico com mais tesão e assim elas fizeram.

Relaxamos um pouco, tomamos um vinho e uma cerveja,conversamos as duas peladas sentada ao meu lado e mexendo no meu pau.

Ele já ficou duro novamente e disse se poderia comer o cuzinho delas elas deixam já ficou de 4 abrindo o cu pra mim.

Ai já passei a língua no cuzinho da esposa e cunhada e já fui metendo o pau no cu das duas revezando tbm, ficamos assim por dez minutos e disse que iria gozar e esposa pede pra mim gozar no cu da sua irmã que quer ver a porra escorrendo e gozei gostoso.

Minha cunhada toda arrombada com porra escorrendo pelo cu e minha esposa adorando ver tudo aquilo.

Elas se levantaram e foram para o banho.

Espero que tenha gostado, volto aqui novamente a relatar mais história.

Aviso: Conto Erótico enviado por email. Nós não revisamos os contos eróticos enviados


Gosto disso? Compartilhe com os seus amigos!

-3
-3 points

Qual é a sua reação?

Sexy Sexy
6
Sexy
Ri Muito Ri Muito
0
Ri Muito
confuso confuso
1
confuso
Falhou Falhou
0
Falhou
Amei Amei
2
Amei
Perfeito Perfeito
2
Perfeito
Sexo Falado

0 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escreva seu Conto Erótico
Conto Erótico
Texto formatado com incorporações e recursos visuais
Teste de personalidade
Série de perguntas que pretende revelar algo sobre a personalidade
Quiz Curiosidades
Série de perguntas com respostas certas e erradas que pretendem verificar o conhecimento
Enquete
Votação para tomar decisões ou determinar opiniões
Contagem regressiva
As contagens clássicas da Internet